.:: Acessibilidade
Confira a previsão do tempo

Meio ambiente

Assine nosso Feed
Acompanhe nosso blog
Siga o Tainha no Twitter
>> Inicio >> Agua viva >> Meio ambiente >> A lenta morte do Morto

A lenta morte do Morto

Tainhanarede

Foto Jack Guez/France Presse
Foto Jack Guez/France Presse
Especialistas disseram que a disputa política entre a Jordânia, Israel e a Cisjordânia barra medidas vitais que poderiam ser adotadas para a recuperação do mar Morto.

        
A seca que atinge a região mais salgada do mundo poderia levar ao encolhimento do mar Morto até o ponto dele se tornar um lago completamente sem vida, dizem. Em suas águas, há organismos que são tolerantes à alta concentração de sal.
Apesar do alerta feito pelos especialistas, o mar Morto pode conter mais vida do que é o esperado. Pesquisadores alemães do Instituto de Microbiologia Marinha Max Planck e israelenses da Universidade Ben Gurion conduzem, neste mês, uma exploração científica que é a primeira realizada na região.
Eles afirmam terem detectado colônias de micro-organismos vivos em fissuras no fundo do mar e localizado novas fontes de água doce.
A confirmação ainda deve demorar, visto que a exploração teve início somente neste mês.

Dois toques

pesca-liberada

Pesca liberada

Pescadores são liberados a começar ...
Mergulhe fundo...
a-vez-do-berbigao

BERBIGÃO

HORA E VEZ DO BERBIGÃOpor Fernanda ...
Mergulhe fundo...
ostras-e-mariscos

Ostras e mariscos

Por presença de toxina, governo ...
Mergulhe fundo...
em-laguna

Em Laguna

Hoje, dia 07/08/14 ás 7h e 16m, ...
Mergulhe fundo...

Tem a ver...

Foto do Arquivo - Tainha na Rede

A lista da camaradagem

Delmi Eupídio Correia, o ...
Mergulhe fundo...
Foto do Arquivo - Tainha na Rede

Madagascar II

Este facinante documentário ...
Mergulhe fundo...
foto vídeo

Piratas Somalis.Piratas?

Um documentário sobre a ...
Mergulhe fundo...
Foto Marco Santiago/ND Soldado Nathan Costa (E), participa de operação com o colega Diego Miranda

Fiscalizando a Pesca

Modelo em Laguna, Programa de Rastreamento ...
Mergulhe fundo...
Esta obra tem apoio da FUNARTE - Fundação Nacional de Artes